São Miguel

  • CDU exige que terrenos da SINAGA beneficiem população

    Sinaga 2É tempo de defender a nossa memória e história, da qual a SINAGA faz parte. É tempo de exigir o direito público aos espaços que devem ser de todos, e não de interesses privados. É possível destinar os terrenos da SINAGA para usufruto das populações, nomeadamente para habitação acessível, um museu sobre a SINAGA, espaços de lazer e serviços essenciais à população.

    Dois factos graves levantam preocupações sobre as intenções do Governo Regional para os terrenos da SINAGA: a retirada das máquinas e equipamentos da fábrica, às escondidas da população e sem qualquer explicação; a declaração da intenção de vender os terrenos para “rendimento”, ou seja, para aumentar os lucros privados com os bens públicos e à custa das contas públicas. Trata-se de um duplo prejuízo: para a defesa das finanças e do património público; e para o interesse da população, que se vê afastada de mais espaços que lhes deviam ser destinados.

  • Os trabalhadores municipais têm de ser valorizados

    WhatsApp Image 2021 09 23 at 10.46.01São os trabalhadores municipais que mantêm o Concelho e a Câmara a funcionar. Por isso mesmo, é preciso que o município reconheça na prática o seu papel, o que implica valorizar os seus salários, dar-lhes melhores condições de trabalho e estabelecer contratos de trabalho permanentes. No entanto, o que frequentemente se verifica é o contrário. Em particular, agrava-se a precariedade, nomeadamente com o abuso dos programas ocupacionais e de contratos temporários, e os salários continuam salários baixos e injustos. A CDU recusa esta realidade e afirma que a alternativa existe e que pode ser concretizada, já no próximo dia 26 de setembro.

    Para a CDU, o pagamento do subsídio de penosidade e insalubridade não pode ser posto em causa pela existência de outros subsídios destinados a outros fins, como à compensação pelo trabalho noturno. É preciso assegurar este subsídio a todos os trabalhadores e lutar pelo aumento geral dos salários!

    O voto na CDU significa a defesa de melhores salários e a luta por melhores condições de vida. E isto já foi demonstrado quando, graças à ação persistente da CDU, se conseguiu criar a Remuneração Complementar (Subsídio de Insularidade) e o subsídio de penosidade e insalubridade que hoje os trabalhadores recebem.

    A CDU considera inaceitável a ameaça de privatização de serviços essenciais prestados pelos trabalhadores da Câmara. Significará três coisas:

    · maiores custos para a Câmara, aumentando os lucros das empresas que se têm habituado a viver à custa dos dinheiros públicos;

    · pior serviço prestado, como o demonstra a realidade dos serviços que são privatizados;

    · piores condições para os trabalhadores, nomeadamente no horário de trabalho e nos seus rendimentos.

    Os trabalhadores e os munícipes merecem uma outra política! Para a CDU, a Câmara Municipal tem de reconhecer a importância que os trabalhadores da autarquia têm para o Concelho de Ponta Delgada. Cabe à Câmara dar o exemplo, na construção de uma sociedade melhor, o que passa pela valorização dos seus trabalhadores!

  • É possível reduzir a fatura da água e proteger o ambiente

    WhatsApp Image 2021 09 21 at 17.45.29A política ambiental da Câmara tem-se mostrado errada e incapaz de dar resposta às necessidades dos munícipes. Para a CDU, muito há a alterar, desde a recolha e tratamento dos resíduos aos valores incomportáveis que os cidadãos pagam na fatura da água. É inaceitável que não se beneficie quem apresenta bons comportamentos ambientais, e que a Câmara se tenha demitido do objetivo de reduzir os resíduos indiferenciados, tratando por igual quem se preocupa em separar o lixo e quem não o faz.

    A incineradora que nos vem sendo imposta representa a maior prova da falência da política ambiental da Câmara, cujos principais culpados tentam repetidamente afastar as suas responsabilidades: “não quero, mas não tenho alternativa…”. Esforçam-se assim para esconder que foram os partidos pelos quais se candidatam os responsáveis pela situação em que vivemos. A atual realidade ambiental é insustentável, mas é possível revertê-la. Por mais que PSD e PS apostem em apresentá-la como um facto consumado – e ao mesmo tempo que não fazem nada para alterar aquilo que lamentam - a CDU afirma que há alternativas. A política é a arte de construir o que hoje parece impossível, e à CDU não faltam provas disso mesmo!

  • É preciso definir coletivamente uma linha de desenvolvimento para a Cidade e para o Concelho de Ponta Delgada

    IMG 20210916 124726

    A CDU considera há muito que Ponta Delgada tem sofrido um desenvolvimento ao sabor dos ventos ou de interesses que não são o dos seus cidadãos e trabalhadores. Desordenada, desligada, incoerente, a política de urbanismo da Câmara tem gerado mais problemas aos cidadãos do que os que devia ter resolvido. E mesmo considerando que o movimento REUP se debruça sobre uma realidade onde este problema é mais agudo – a cidade de Ponta Delgada – não podemos deixar de afirmar que o mesmo se passa no resto do concelho e na articulação com os restantes concelhos da ilha.

    O que falta é uma estratégia de desenvolvimento, onde o urbanismo tem de ser uma peça fundamental para a qualidade de vida dos cidadãos e para as respostas sociais que urge encontrar. Em concreto, não haverá um projeto eficaz sem respostas no plano da habitação, da mobilidade, do ambiente, da água e saneamento, dos espaços de lazer, da nossa cultura e memória histórica. No fundo, é preciso trazer o urbanismo de Ponta Delgada para o século XXI, harmonizando a nossa identidade, as nossas necessidades presentes e o conhecimento científico e técnico. Para a CDU, não há dúvidas: as soluções têm de ter como prioridade quem cá vive e trabalha.

  • Pôr a economia ao serviço das pessoas

    Rui Teixeira

    O empobrecimento crescente dos trabalhadores e das famílias de Ponta Delgada não é fruto do acaso, antes é o resultado de uma política económica dirigida ao lucro rápido, que acaba por servir apenas as grandes empresas, e na qual a Câmara tem tido um papel profundamente negativo. Como consequência, os trabalhadores, os agricultores, os pescadores, os pequenos e os médios empresários são confrontados com a ausência de respostas face às usas dificuldades.

    Para a candidatura da CDU à Câmara de Ponta Delgada, é essencial uma política económica que se dirija a melhorar a qualidade de vida de todos nós. Em concreto, a economia do concelho tem de se traduzir em melhor habitação, melhor recolha de resíduos, melhor política ambiental, melhor emprego, melhor mobilidade. A Câmara de Ponta Delgada não pode continuar a demitir-se de construir uma melhor política económica para quem vive e trabalha no concelho, uma política económica que não esteja desligada da nossa realidade, cultura e história. Não podemos andar ao sabor dos ventos! O resultado da política do PSD – e, igualmente, do PS – está à vista, com a redução da população do concelho e o crescimento da pobreza e da exclusão social, com todas as situações dramáticas, tantas vezes ocultadas, que daí nascem.

  • A CDU entregou a sua lista à Câmara municipal da Povoação

    Vera CorreiaVera Correia, 31 anos, guia de turismo e membro do conselho nacional do PEV, Partido Ecologista os Verdes, é a primeira candidata da lista da CD à Câmara Municipal da Povoação.

    Como o demonstram os seus milhares de eleitos autárquicos no país, a CDU no poder local tem demonstrado uma intervenção decisiva em favor das populações, de acordo com o seu lema «Trabalho, honestidade e competência», onde cabem todos os que aspiram a uma real mudança de políticas, se identificam com a causa pública e se colocam ao serviço dos verdadeiros interesses das suas terras.

    Na Povoação, como no resto da Região, o futuro depende da afirmação de novas políticas, capazes de resolver problemas concretos e aproveitar as potencialidades existentes.

    Os últimos anos demonstraram que a alternativa não passa pelas políticas habituais.

    A CDU apresenta-se com provas dadas, em muitos municípios do País, de que é possível dar uma resposta diferente. Também na Povoação, a voz da CDU se fará ouvir, trazendo para o debate os problemas e os anseios mais sentidos pela população.

  • A CDU entregou a sua lista à Câmara municipal da Vila Franca

    Nuno Mendonça e Costa CM Vila franca do CampoA candidatura da Coligação Democrática Unitária (CDU) às Eleições Autárquicas de 26 de setembro entregou a lista que irá concorrer em Vila Franca do Campo para a Câmara Municipal.

    A lista é encabeçada por Nuno Mendonça e Costa, sendo o segundo candidato Fernando Bulhões Gago da Câmara.

    “Trabalho, Honestidade e Competência”, o lema da CDU, exprimem bem o modo de se entender a política que faz do voto na Coligação um passo essencial na construção de um concelho melhor, onde a democracia participativa seja uma realidade.

    Sendo um espaço democrático, onde cabem todos os que aspiram a uma real mudança de políticas e se identificam com a causa pública, a CDU está, como sempre, aberta ao diálogo com a população, para definir as suas linhas de atuação no concelho, procurando ser a porta-voz das mais sentidas exigências de quem vive e trabalha em vila Franca do Campo.

    Por isso a CDU não pede somente o voto, mas sim a participação ativa dos vilafranquenses e a sua confiança.

  • A CDU apresenta listas à Câmara e à Assembleia Municipal do Nordeste

    CM Duarte MeloAM Daniel ValérioA CDU entregou no Tribunal as listas dos seus candidatos ao município do Nordeste. Os primeiros candidatos, ambos profundos conhecedores das realidades e dos problemas do concelho, aos órgãos concelhios são Duarte Melo para a Câmara Municipal e Daniel Valério para a Assembleia.

    Como o demonstram os seus milhares de eleitos autárquicos no país, a CDU no poder local tem demonstrado uma intervenção decisiva em favor das populações, de acordo com o seu lema «Trabalho, honestidade e competência».

    Também no Nordeste, a CDU é um espaço democrático, onde cabem todos os que aspiram a uma real mudança de políticas, os que se identificam com a causa pública e se colocam ao serviço dos verdadeiros interesses da terra.

  • RIcardo Tavares encabeça a lista da CDU à Câmara Municipal da Lagoa

    ricardo tavares 1A CDU já procedeu à entrega das listas dos seus candidatos ao município da Lagoa. Os primeiros candidatos aos órgãos concelhios são Ricardo Tavares para a Câmara Municipal da Lagoa e João Almeida para a Assembleia Municipal da Lagoa. Ambos são jovens – o primeiro nasceu em 1981 e o segundo em 1996.

    A CDU é a força que, no poder local, tem demonstrado ser capaz de intervir em favor das populações, com trabalho, honestidade e competência, como o demonstram os seus milhares de eleitos autárquicos no país. O reforço da CDU, com a eleição de vereadores e deputados municipais, num concelho como o da Lagoa, em que se assiste a um significativo aumento dos problemas ligados à desigualdade social, permitirá colocar no centro das atenções a necessidade de se alterem as políticas do costume.

  • Judite Barros encabeça a lista da CDU à Câmara Municipal da Ribeira Grande

    Entrega das listas Ribeira GrandeNo dia 29 de julho, os candidatos autárquicos aos órgãos da Ribeira Grande apresentaram a sua candidatura às eleições, no Tribunal da Ribeira Grande. Neste grupo, encontravam-se o 1º candidato à Assembleia Municipal da Ribeira Grande, João Subtil, reformado da Marinha; a 1ª candidata à Câmara Municipal da Ribeira Grande, Judite Barros, professora do ensino secundário e o 1º candidato à Assembleia de Freguesia da Matriz – Ribeira Grande, Óscar Ferreira, professor do ensino secundário.

    A CDU é uma força partidária diferente, onde não existem promessas e todos os compromissos assumidos são para respeitar. A sua presença, nos diferentes órgãos autárquicos, será a garantia da defesa dos interesses das populações das diferentes freguesias que constituem o Concelho da Ribeira Grande. Somos uma força plural e dialogante, senão não teríamos a Coligação Democrática Unitária (PCP+PEV), a mais antiga do país, onde conjugamos os interesses em defesa de um mundo melhor, mais equilibrado e sustentável.

     

  • Rui Teixeira encabeça a lista da CDU à Câmara Municipal de Ponta Delgada

    Rui TeixeiraA CDU fez hoje a entrega das listas ao município de Ponta Delgada, com a presença dos primeiros candidatos aos órgãos concelhios (Rui Teixeira para a Câmara Municipal e Catia Benedetti para a Assembleia), bem como o mandatário concelhio Aníbal Pires.

    O primeiro candidato à Câmara Municipal, Rui Teixeira, referiu que a CDU se apresenta a estas eleições com propostas e soluções que farão de Ponta Delgada um concelho melhor para trabalhar e viver. A CDU é a força que, no poder local, tem demonstrado ser capaz de intervir em favor das populações, com trabalho, honestidade e competência, como o demonstram os milhares de eleitos autárquicos da CDU no país.

  • PCP questiona Comissão Europeia a propósito da construção de uma incineradora em São Miguel

    res

    O Deputado do PCP ao Parlamento Europeu João Ferreira, fazendo-se porta-voz das muitas inquietações que o projeto de construção de uma incineradora suscita nos Açores, dirigiu hoje à Comissão Europeia a seguinte pergunta com pedido de resposta escrita, ao abrigo do Artigo 138 do Regimento.

  • Sobre a abertura do Hospital Internacional dos Açores

    covid19

    No passado dia 8 de março, foi inaugurado o primeiro hospital privado nos Açores, com um custo total de cerca de 40 milhões de euros, em grande parte provenientes de fundos públicos. A população dos Açores volta assim a ser prejudicada.

  • Sobre a redução das carreiras das camionetas em tempo de pandemia

    autocarros

    Há muito tempo que o PCP defende que o Arquipélago precisa de ser mais bem servido, a nível de transportes terrestres, com mais carreiras, mais paragens, mais proximidade às populações e, sobretudo, com tarifas mais baratas. Também já propusemos a criação de um passe intermodal, adaptado à realidade de cada ilha, que permitisse poupar aos utentes tempo e dinheiro.

  • São Miguel: Incineração não é solução, é retrocesso

    res

    Nota de imprensa

    A CDU exige um claro e inequívoco esclarecimento por parte do Governo Regional do PSD, CDS, PPM sobre a construção de incineração de resíduos em São Miguel.

  • Balanço das visitas e reuniões do PEV às ilhas do Pico, Faial e São Miguel

    03 EDA renovaveis

    Uma delegação do Partido Ecologista Os Verdes, incluindo Mariana Silva, Deputada Ecologista à Assembleia da República, Vera Correia dirigente Nacional e candidata da CDU pelo Círculo de São Miguel e Victor Cavaco coordenador do PEV para os Açores, terminou ontem à noite, 29 de setembro, um périplo de dois dias que passou pelo Pico, Faial e São Miguel e do qual se destaca neste pequeno balanço o seguinte:

  • Sandra Pereira - Visita à ilha do Pico, São Jorge e São Miguel

    SMG

    A deputada do PCP ao Parlamento Europeu iniciou a sua visita à Região na ilha do Pico com uma reunião com a Associação Agrícola do Pico, acompanhada por diversos membros da lista que se candidata ao círculo eleitoral do Pico. Entre outros contatos com a população, a deputada encontrou as ex-trabalhadoras da COFACO, às quais garantiu que o PCP e a CDU estavam longe de desistir desta luta, dando a conhecer as atividades desenvolvidas no Parlamento Europeu para obter a intervenção da Comissão Europeia no assunto, de forma a apoiar os rendimentos destas trabalhadoras, facilitar os seus processos de transição e apoiar o seu regresso ao trabalho.

  • CDU entrega listas aos círculos eleitorais de São Miguel e da Compensação

    listas sm e comp

    A CDU realizou hoje, dia 9 de setembro, a entrega das listas dos seus candidatos pelo círculo eleitoral da ilha de São Miguel e pelo círculo regional da Compensação às eleições para a Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores que se realizam no próximo dia 25 de outubro.

  • Rui Teixeira encabeça a lista da CDU pelo círculo de São Miguel

    rui

    No dia 24 de agosto, com a presença do Coordenador Regional do PCP Marco Varela, primeiro candidato da CDU pelo Círculo de Compensação, teve lugar a apresentação dos primeiros candidatos da coligação pela ilha de São Miguel às próximas eleições regionais.

  • CDU/São Miguel defende programa de emergência para a Saúde

    covid19