• O compromisso que o PCP assume com o povo açoriano é de continuar a luta por uma Região mais justa

    thumbnail ci hortaO dia da Região, dia do povo Açoriano e dos Açores, foi comemorado em São Jorge no concelho da Calheta. O evento ficou marcado pelo discurso do presidente do Governo Regional, que fez uma análise da evolução da Região e do seu desenvolvimento, introduzindo ainda algumas propostas para o combate a abstenção. O PCP irá fazer uma análise aprofundada e coletiva dessas propostas, e formará a sua opinião sobre cada uma delas.

    Contudo, desde já se pode afirmar que toda a discussão sobre este fenómeno será sempre superficial e meramente académica se não abordar, com frontalidade e determinação, as causas profundas do problema.

    Para o PCP, o diagnóstico é claro: são os partidos que nos últimos quarenta anos têm exercido o poder, num rotativismo aparentemente sem saída, que têm empobrecido e esvaziado a nossa democracia de forma deliberada e consciente. São estes mesmos partidos que semeiam a deceção quando rapidamente arrumam na gaveta as promessas eleitorais entusiásticas. Cultivam o desânimo quando tentam passar a ideia de que não há alternativas, apenas nuances de estilo, na governação do país, estando os portugueses eternamente condenados a mais do mesmo, o que não corresponde à verdade, como a vida tem provado.

Últimos Vídeos

Siga-nos no Facebook

Jornal «Avante!»

Boletim Informativo do PEV